Home Contato Localização Pesquisar
Usuário Senha

Clinefro
Clínica de Diálise

55 11 5971 4545
TEL:

Usuários Online

Visitantes Online: 1

Membros Online: 0

Membros Registrados: 298
Mais Novo Membro: Urgexedtes

Pesquisar...

Hemodiálise

Hemodiálise

O que é Hemodiálise?
É um tratamento que substitui a função renal através da passagem de sangue por um filtro (dialisador capilar).
A hemodiálise é realizada 3 vezes por semana, em sessões com duração de aproximadamente 3 a 4 horas, com o auxilio de uma máquina chamada rim artificial, dentro de clínicas especializadas para realizar este tipo de tratamento.

Para realizar a hemodiálise são necessários:

· Via de acesso vascular
· Rim artificial ? máquinas de hemodiálise
· Água tratada
· Solução de diálise ? dialisato
· Dialisador Capilar ? filtro
· Anticoagulante - heparinização
O que é Hemodiálise?
É a necessidade de um acesso para o paciente com insuficiência renal crônica, que pode ser temporário ou permanente.

O que é Catéter de Duplo Lúmen?

É uma via de acesso temporária mais utilizada para hemodiálise. Os locais mais comuns para inserção do cateter são veias de grande calibre como jugular, subclávia e femoral. O cateter é implantado sob anestesia local, com técnica asséptica por equipe treinada na própria unidade de diálise e é fixado por fios cirúrgicos.

O que é Catéter Tipo Permicath?

Este tipo de cateter é usado nos pacientes com insuficiência renal crônica que apresentam problemas vasculares e distúrbios de coagulação.
O cateter é implantado cirurgicamente em veias de grande calibre como jugular, subclávia. O crescimento do tecido conjuntivo permite a fixação do cateter ao tecido subcutâneo.

Fístula Arteriovenosa

Consiste em uma união cirúrgica e subcutânea de uma artéria com uma veia. Ao longo dos meses, o ramo venoso da fistula se dilata e suas paredes se espessam, permitindo a inserção repetidas das agulhas de diálise e bom fluxo de sangue para a realização das sessões de hemodiálise.
A fistula geralmente é confeccionada no braço não-dominante, para não limitar as atividades do paciente.

O que é Rim Artificial - Máquinas de Hemodiálise?

As máquinas de hemodiálise consistem em um bomba de sangue, um sistema de fornecimento de solução dialítica e monitores de segurança do circuito extra corpóreo (controle da pressão arterial e venosa do sistema, detector de ar, detector de rompimento de fibras, bomba de heparia, controle de temperatura, controle de retirada de líquidos (ultrafiltração), etc.
Atualmente, a portaria vigente do ministério da Saúde exige que estas máquinas sejam de proporção.

Por que Água tratada para Hemodiálise?

Durante uma sessão de hemodiálise utilizamos aproximadamente 120 litros de água. As substancias presentes não água entram em contato direto com a corrente sanguínea do paciente, por isso, é muito importante que a qualidade e pureza da água para hemodiálise sejam controladas.
A água deve seguir os critérios de potabilidade e esterelidade. Para tratar a água usam-se equipamentos para retirada de íons indesejáveis como abrandador, filtro de areia, filtro de carvão, e osmose reversa.

O que é Solução de Diálise - Dialisato?

A composição da solução de diálise pode variar de acordo com circunstancias clínicas especiais, porem os componentes em comum das soluções são: potássio, sódio, cálcio, magnésio, cloro, acetato, bicarbonato, dextrose e dióxido de carbono. As concentrações deste componentes podem variar, mas normalmente esta solução tem a concentração semelhante ao plasma do individuo normal.

O que é Dialisador Capilar - Filtro?

Atualmente, o único tipo de dialisador utilizado é o de fibra oca chamado capilar.

O sangue flui para dentro de uma câmera em uma extremidade do compartimento cilíndrico e entra em milhares de pequenos capilares firmemente agrupados em um feixe.

O capilar foi desenhado de forma que o sangue flua através das fibras e o dialisato, ao redor das fibras (do lado de fora das fibras).
Uma vez tendo passado pelos capilares, o sangue é coletado em uma câmera na outra extremidade do compartimento cilíndrico e é então devolvido ao paciente já filtrado.

A solução de diálise entra no sentido oposto ao lado do sangue para maximizar a diferença de concentração dos catabólitos do sangue e o dialisato em todas as partes do dialisador.

A membrana do capilar pode ser de celulose, celulose substituída, celulosessintética e sintética. As empresas no mercado usam vários tipos de membrana. Os fabricantes tem que informar quais são as especificações do capilar (capacidade de ultrafiltração, de depuração, área de superfície, volume de preenchimento e tipo de esterelização).

O tratamento da doença renal pela hemodiálise vem expandindo-se nos últimos anos, onerando consideravelmente o sistema único de saúde.
A reutilização destes capilares pode reduzir o custo operacional das hemodiálises, permitindo que um maior número de pacientes se beneficie com este tratamento.
Alem desta economia, a reutilização dos capilares é capaz de eliminar resíduos tóxicos da membrana do capilar novo e diminuir o risco da síndrome do primeiro uso, que pode se tornar bastante grave em alguns pacientes.
A reutilização é uma prática segura e autorizada pelo Ministério da Saúde, desde que sejam utilizados parâmetros de avaliação constante no dialisador capilar.

Anticoagulante - Heparização

Para que possamos realizar a circulação extra corpórea e termos um fluxo de sangue constante durante toda a sessão de hemodiálise, o sangue do paciente não pode coagular.
Para evitar a coagulação usamos a heparina.
Desta maneira evitamos que o paciente perca grande quantidade de sangue e não agrave o seu quadro anêmico.